Sindicombustiveis-al

Pernambucano, formado em Ciências Contábeis em AL, empresário tornou-se diretor sindical em 2001

Regina Carvalho*

James Thorp atuou por mais de 8 anos como presidente do Sindicombustíveis em Alagoas

A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) elegeu a nova diretoria, na última segunda-feira (16), que atuará por quatro anos e terá como presidente o empresário James Thorp Neto, eleito por unanimidade pelos sindicatos filiados à entidade. Para o cargo de 1 º vice-presidente foi eleito Carlos Eduardo Mendes Guimarães Júnior, ex-presidente do Minaspetro.

Pela primeira vez um nordestino – no caso James Thorp – assumirá a federação, entidade que defende os interesses de cerca de 40 mil postos revendedores de combustíveis em todo o país. Ele atuou por mais de 8 anos como presidente do Sindicombustíveis/AL.

“O desafio é grande, a Fecombustíveis representa um dos setores que mais impactam na economia de todo o país, mas o presidente eleito está comprometido em contribuir para que a revenda de todo país possa ser reconhecida como um mercado leal e justo para todos”, informa trecho divulgado pela entidade. “Assumo a presidência da Fecombustíveis com o compromisso de fortalecer nosso setor, com a representatividade que necessitamos”, disse James Thorp Neto.

E completou: “No momento de acertos, as vitórias não serão minhas, mas nossas. Nas derrotas, que eu espero que sejam poucas, mas elas existirão em nosso caminho, quando, por ventura ocorrerem, terei a hombridade de assumi-las, mas quem perde somos todos nós. Então, reforço a necessidade de estarmos sempre juntos porque com união seremos mais fortes.

O empresário pernambucano James Thorp Neto tem 48 anos, formado em Ciências Contábeis em faculdade de Alagoas, tornou-se diretor sindical em 2001, quando foi convidado para integrar a diretoria do Sindicombustíveis-AL como 1º Secretário da entidade. Em seguida, como 1º vice-presidente, em 2010, sendo escolhido em 2014, por maioria absoluta dos associados, para se tornar o presidente da entidade. Já Paulo Miranda Soares, que será substituído por Thorp, conduziu a Fecombustíveis por 15 anos.

*com informações da assessoria.

Categories: noticias