Sindicombustiveis-al

25/11/2021

A Vibra Energia (ex-BR Distribuidora) e a Brasil BioFuels (BBF) anunciaram nesta quarta-feira (24) a construção da primeira biorrefinaria do Brasil para a produção de HVO, conhecido como diesel verde, fabricado com 100% de óleo vegetal, com início da produção previsto para 2025.

O investimento para a construção da fábrica, de R$ 1,8 bilhão, será feito pela BBF, enquanto a Vibra garantiu a aquisição de 100% da produção, informaram ambas as companhias.

A biorrefinaria, com capacidade para produzir 500 milhões de litros de diesel verde por ano, será erguida na Zona Franca de Manaus, e a primeira fase do projeto está prevista para entrar em operação em janeiro de 2025.

Ambas as empresas ressaltaram em comunicado que a localização da fábrica será em “ponto estratégico para a distribuição em toda a região Norte do país, podendo ainda direcionar o produto para outras regiões do país e até para exportação”.

O HVO é produzido por meio do processamento de matéria-prima renovável, como palma e soja. Ao contrário do biodiesel, o diesel verde permite a mistura com outras matérias-primas no processo de produção. Óleo vegetal ou gorduras animais são as mais utilizadas.

Até 2026, mais de 120 mil hectares de palma serão plantados nas regiões delimitadas no Zoneamento Agroecológico da palma, garantindo matéria-prima para o projeto, pontuaram as empresas.

“A principal vantagem do diesel verde é sua eficiência para solucionar o desafio da redução de emissões de gases poluentes, uma vez que reduz até 90% das emissões de gases de efeito estufa em relação ao diesel fóssil”, disseram as empresas.

“Adicionalmente, não se faz necessária qualquer adaptação nos motores diesel para seu consumo, podendo ser utilizado puro ou misturado ao diesel fóssil. Trata-se de um produto praticamente isento de contaminantes, com elevada estabilidade, o que garante menos problemas no armazenamento e uso em motores diesel.”

O anúncio ocorre em meio a iniciativas da Vibra, principal distribuidora de derivados de petróleo do Brasil, para diversificar seu portfólio, em meio a um empenho para participar da transição energética do país.

“Vamos juntos desenvolver o mercado de diesel renovável no Brasil e contribuir ainda mais para a descarbonização da nossa matriz energética”, disse em nota o CEO da Vibra, Wilson Ferreira Jr..

A BBF ressaltou ainda que a implantação da refinaria segue seu plano de verticalização agrícola, operando desde o plantio da palma em áreas degradadas, passando pela produção do óleo vegetal e chegando até a manufatura do biocombustível.

“Juntos iremos substituir o diesel fóssil na região Amazônica”, adicionou o CEO da BBF, Milton Steagall.
Autor/Veículo: G1

Categories: noticias