Sindicombustiveis-al

Redação Cada Minuto

Uma operação fiscal aferiu o Gás Natural em um posto de combustível situado no bairro do Jardim Petrópolis, na última quinta-feira (13). De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), os auditores fiscais do órgão identificaram irregularidades no relatório da nota fiscal do próprio estabelecimento nas omissões de entradas e saídas de documentos fiscais.

“No momento em que estávamos analisando o Inmetro e as medições do Gás Natural, percebemos que houve uma divergência entre a quantidade que ele comprou e a Nota Fiscal emitida pelo mesmo. Devido a esta irregularidade, notificamos com a Ordem de Serviço o posto de combustível e, agora, vamos aguardar os esclarecimentos. Se não for acatado, aplicaremos a multa de 181 mil reais. Vale ressaltar que não está sendo incluído o imposto estadual, por conta que já foi recolhido na modalidade de substituição tributária”, afirma Luiz Antônio, auditor fiscal.

A ação faz parte do processo de monitoramento continuado realizado pelo Grupo de Trabalho (GT) Combustíveis e contou com o apoio da Algás Alagoas – distribuidora de gás natural – e do Instituto de Metrologia e Qualidade de Alagoas (Inmeq).

*Com Assessoria

Categories: noticias