Sindicombustiveis-al

22/07/2021

Fonte: epbr

O preço do óleo diesel nas primeiras semanas de julho registrou alta de 0,96% em relação ao mês anterior, segundo o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). O custo médio do litro do combustível ficou em R$ 4,775. A Ticket Log coleta preços em 21 mil postos no Brasil.
— No caso do S10, o aumento foi de 1%, para R$ 4,831, a maior média registrada em 2021 (Estadão). Na semana encerrada em 10 de julho, segundo pesquisa da ANP, os preços médios subiram 1,06%, para R$ 4,545 (G1)
— O IPTL verificou que o preço subiu em todo o país. O valor foi maior no Norte (R$ 4,985, com S10 a R$ 5,037) e menor no Sul (R$ 4,413, e S10 a R$ 4,453).

No mercado internacional, o petróleo registrou forte alta nessa quarta (21/7). O WTI para setembro fechou em alta de 4,61%, para US$ 70,30; o Brent avançou 4,15%, a US$ 72,23. Influenciado pelo cenário externo, o dólar recuou para menos de R$ 5,20.
— Nesta quinta (22/7), o Brent segue em alta, de cerca de 1%, e já bateu a máxima de US$ 73,09 no intraday. Relatório oficial de estoques dos EUA mostrou alta nos volumes de óleo (Valor), mas o mercado foi estimulado pela queda no armazenamento de derivados.
— O consumo de combustíveis é um importante indicador para a demanda futura, que pode ser afetada por medidas restritivas para combater o avanço das novas variantes do coronavírus.
— Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prometeu nova desoneração para o diesel. Falou em desconto de quatro centavos nos impostos federais, sem detalhar como ou quando. Grupos de caminhoneiros tentam emplacar outra greve, movimento que vem enfrentando resistência interna na categoria.

Categories: noticias