Sindicombustiveis-al

16/01/2020

Fonte: Valor Econômico

Foi dada a partida na oferta subsequente de ações (follow-on) da BR Distribuidora, para venda adicional de ações detidas pela Petrobras. A oferta acontecerá em fevereiro e os bancos que coordenarão a operação foram escolhidos na noite desta quarta pela acionista vendedora — até o fechamento desta edição, ainda estavam sendo comunicados e assinando os contratos com a estatal.

A Petrobras vendeu parte de suas ações na BR no ano passado, perdendo a posição de controle, mas permaneceu com uma fatia de 37,5%. Essa participação atualmente vale cerca de R$ 12,4 bilhões. Desde a primeira oferta em julho passado, os papéis da distribuidora tiveram valorização de 16%. O dia de precificação da nova oferta em fevereiro ainda será definido.

O follow-on de ações da própria Petrobras, para venda de ações detidas pelo BNDES, também já está na rua, para sair no mês que vem. Essa operação tem montante de R$ 23 bilhões. A precificação está prevista para o dia 4 de fevereiro, quando será definido também o preço das ações da oferta inicial (IPO) da empresa de tecnologia Locaweb.
Nesta quarta, a Locaweb estabeleceu a faixa indicativa de R$ 14,25 a R$ 17,25 por ação. Considerando a faixa média do preço, a oferta deve movimentar R$ 943,9 milhões. A oferta será primária e secundária. Com os recursos obtidos na tranche primária, a Locaweb pretende financiar a compra de empresas, realizar o pré-pagamento de empréstimos e reforçar o capital de giro. Os bancos coordenadores da oferta são Itaú BBA, Goldman Sachs, Morgan Stanley e XP Investimentos.

Um dia antes, em 3 de fevereiro, está agendada a precificação do IPO da incorporadora Mitre Realty. A faixa indicativa da oferta é de R$ 14,30 a R$ 19,30 por ação. A oferta base é primária e, considerando o preço médio da faixa, pode levantar R$ 763,6 milhões. A Mitre pretende utilizar o capital para comprar terrenos e cobrir custos de construção. O lote adicional tem tranche secundária também. Os bancos BTG Pactual, Bradesco BBI e Itaú BBA são os coordenadores da oferta.

Nos próximos dias, a incorporadora Moura Dubeux, que já fez seu pedido de registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), também vai definir sua faixa indicativa de preço por ação no IPO — previsto também para o início de fevereiro, conforme uma fonte. (Colaboraram Rita Azevedo e Raquel Brandão)

O Minaspetro divulga notícias de outros veículos como mera prestação de serviço. Esses conteúdos não refletem necessariamente o posicionamento do Sindicato.

Categories: noticias