Sindicombustiveis-al

O Globo

09/11/2019 – O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou que no próximo anoa empresa pretende realizar outra operação no mercado decapitais para reduzir ainda mais sua participação na BR Distribuidora, que foi privatizada em julho.

A BR lançou ontem um plano de demissão voluntária (PDV) para todos os seus funcionários, cujo objetivo é economizar R$ 650 milhões por ano. Na operação de venda de ações da BR Distribuidora, a Petrobras reduziu sua participação na companhia de 71% para 41%.

— No Brasil, hoje, não existe mais estatal na distribuidora de combustíveis. Existia a BR Distribuidora, e ela se foi. Hoje a Petrobras é um minoritário, evai ficar mais minoritário ainda porque temos em mente fazer outra operação no mercado decapitai sem 2020 e reduzir substancialmente nossa participação — ressaltou Castello Branco em evento na Fundação Getulio Vargas (FGV).

PRODUÇÃO EM ALTA

Segundo o executivo, a Petrobras levará adiante seu plano de desinvestimentos, saindo de áreas que não estão mais no foco da companhia e reduzindo sua presença em atividades nas quais tem monopólio. Um exemplo é o setor de refino: a estatal vai vender oito refinarias para ficar com 50% do mercado. Mantendo sua política de priorizar investimentos na exploração de petróleo em águas profundas, principalmente no pré-sal, Castello Branco afirmou que, neste ano, a Petrobras já vendeu 70 campos maduros em águas rasas, ajudando a criar novas empresas de petróleo a atuar nesse setor. O executivo lembrou também a venda, concretizada nesta semana, da Liquigás, distribuidora de GLP, o gás de cozinha. A empresa ficará com a Copagaz e Itaúsa, que ofereceram R$ 3,7 bilhões.

O presidente da Petrobras disse que, depois de a produção da Petrobras ter ficado estagnada por quase dez anos, agora está batendo recordes, atingindo mais de três milhões de barris de petróleo por dia.

Categories: noticias