Sindicombustiveis-al

RD News

02/07/2019 – Com a estimativa de produzir 1,5 milhão de litros de etanol de milho por dia, a usina Inpasa, em Sinop (a 470 km de Cuiabá) está em fase de testes e entrará em pleno funcionamento em agosto. Na última semana, o empreendimento que custou US$ 500 milhões em investimento recebeu licença de operação e só aguarda a última autorização para funcionamento pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para dar início efetivo às atividades.

O procurador da empresa, Fernando Zioli Alfini, explica ao que a produção da empresa vai abastecer o mercado interno e Estados do Norte e Nordeste. “O impacto na produção de etanol do Estado será muito significativo. Escolhemos Sinop pela ampla produção de milho e pela facilidade de escoamento do etanol e do DDGS (produto do milho utilizado na alimentação animal), para o gado em confinamento”.

Com processo de seleção de vagas, o empreendimento deverá gerar 300 vagas diretas e pelo menos 1,5 mil indiretas. Antes de entrar em atividade, após um ano e meio de construção, a empresa está em fase de teste de todos os equipamentos. Depois de inaugurada, vai funcionar 24h por dia, todos os dias do ano, com exceção de cinco dias que serão utilizados para manutenção preventiva.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Sinop, Billy Dal Bosco, o impacto da usina para o município será preponderante já que movimenta toda uma cadeia de serviços, o que causará incremento econômico na cidade que já desfruta das divisas produzidas pelo agronegócio.

Entre a contrapartida oferecida pelo município para atrair a empresa esteve a isenção de ISSQN durante a construção do empreendimento, que somou R$ 2 milhões em 2018 e neste ano. Apesar disso, para Billy, o impacto econômico já foi sentido na cidade durante a construção da usina, principalmente na rede hoteleira, aluguel de imóveis, locação de veículos, geração de empregos, e contratação de serviços.

Com a produção de etanol de milho na usina em Sinop, a produção do produto em Mato Grosso deve dobrar. Na safra 2018/2019, a produção de etanol de milho é estimada em 508 milhões de litros no Estado. Só no novo player por ano serão 450 milhões de litros. Ao todo, serão quase 1 bilhão de litros por ano nesta modalidade. Considerando a produção de etanol de cana-de-açúcar, Mato Grosso produz mais de 1,2 bilhão de litros por ano.

Categories: noticias